Liberty Seguros foi a segunda melhor equipa Continental do Mundo em 2008

A portuguesa Liberty Seguros foi a segunda melhor equipa Continental de 2008, tendo somado 1569 pontos, menos 53 do que a eslovena Perutnina Ptuj, melhor Continental do ano. Os dados constam do ranking elaborado pelo sítio Cycling Quotient, uma tabela que usa os mesmos critérios que permitiam elaborar o Ranking Mundial da UCI, classificação interrompida em 2005, com a criação do ProTour. Individualmente, o melhor português em 2008 foi o benfiquista Rui Costa, 258º ciclista mais pontuado do Mundo, numa classificação vencida pelo espanhol Alejandro Valverde. O ranking por nações foi conquistado pela Espanha, tendo Portugal terminado 2008 na 22ª posição.

O segundo lugar da Liberty Seguros entre as equipas continentais corresponde ao 35º posto da geral, dominada com naturalidade pelos blocos ProTour – a vitória coube à CSC -, com uma ou outra intromissão dos colectivos Continental Profissional, entre os quais se destacou a Garmin-Chipotle, que em 2009 irá subir ao ProTour. Já em 2007 a Liberty Seguros fora a segunda melhor equipa Continental do Mundo, na altura apenas batida pelo bloco continental da Rabobank. Todas as outras equipas lusas surgiram no ranking de 2008 entre a primeira metade da classificação, excepção feita do CC Loulé. A LA-MSS foi a 37ª classificada, seguindo-se o Benfica (38º), o Palmeiras Resort-Tavira (50º), a Fercase-Rota dos Móveis (56º), a Madeinox-Boavista (86ª), a Barbot-Siper (87ª) e o CC Loulé (147º), num total de 175 equipas cotadas.

Os corredores portugueses aparecem longe da frente no ranking individual. Além do 258º lugar de Rui Costa, apenas mais dois compatriotas surgem entre os 300 mais pontuados. Nuno Ribeiro (Liberty Seguros) foi o 291º e Tiago Machado (Madeinox-Boavista) cotou-se como  293º. Há um ano, Cândido Barbosa conseguira um lugar entre os cem melhores, terminando 2007 em 94º. Apesar da escassez de portugueses na listagem individual, as equipas nacionais estão aí medianamente representadas… por espanhóis.

Héctor Guerra (Liberty Seguros) é o melhor representante do pelotão português, em 76º. Entre o top 200 surgem ainda Rubén Plaza (Benfica), 127º, Ángel Vicioso (LA-MSS), 133º, Francisco Mancebo (Fercase-Rota dos Móveis), 147º, e David Blanco (Palmeiras Resort-Tavira), 169º.

Foto: PAD/JLS