Micael Isidoro ganha etapa e termina em segundo na geral da Volta ao Mar do Sul da China

Os portugueses que brilharam no Oriente
Os portugueses que brilharam no Oriente

Oito segundos foi a escassa margem que separou o excelente desempenho do Crédito Agrícola da perfeição na Volta ao Mar do Sul da China, que hoje terminou em Macau. Sabendo de antemão que a selectividade do circuito de 93 quilómetros no antigo território português era a grande oportunidade para dar a volta à classificação, a equipa de Fernando Mota trabalhou bem e conseguiu vencer a etapa por intermédio do seu chefe-de-fila, Micael Isidoro. No entanto, a desvantagem que separava Isidoro do chinês Gang Xu acabou por não ser totalmente anulada, tendo o ciclista luso terminado a competição no segundo lugar da geral individual, a 8 segundos de Gang Xu.

“Esta é uma prova muito importante no UCI Asia Tour e foi sempre disputada no máximo de intensidade. Estão as melhores selecções asiáticas e inclusive campeões olímpicos de Pequim. Estou bastante satisfeito com a prestação da equipa, dificilmente nesta altura da época poderíamos fazer melhor”, resumiu o director-desportivo, que também colocou a equipa no pódio colectivo, na terceira posição final, a 55s da Selecção do Japão, que aproveitou a derradeira jornada para desalojar os congéneres chineses do topo.

A última etapa foi composta por dez voltas a um circuito de 9,3 quilómetros. Os corredores portugueses, apesar da desvantagem de preparação face à maioria dos rivais asiáticos que já levam alguns meses de trabalho na nova época, estiveram em bom plano. Além do triunfo de Micael Isidoro, destaca-se o quarto posto de Sérgio Ruas, a 14 segundos do companheiro. Os restantes elementos do Crédito Agrícola cruzaram a meta pela seguinte ordem: Nelson Sousa (13º), a 35s, Fábio Ferreira (19º), a 55s, e Fábio Palma (59º), a 2m14s.

Na geral, Micael Isidoro ficou em segundo a oito segundos de uma vitória inesperada antes do começo da competição. Sérgio Ruas melhorou o desempenho do ano passado, quando foi 13º, e concluiu a edição 2008 da Volta ao Mar do Sul da China em 11º, a 1m51s do vencedor. Nelson Sousa foi o terceiro homem do colectivo de Pombal que representou nesta prova a Casa de Portugal em Macau, sendo o 16º, a 2m12s. Fábio Ferreira ocupou o lugar 28, a 2m50s de Gang Xu. Fábio Palma fechou as contas do Crédito Agrícola, no 57º posto, a 4m19s.

1 comentário a “Micael Isidoro ganha etapa e termina em segundo na geral da Volta ao Mar do Sul da China”

  1. È com muito gosto que vejo homens do BTT a fazer figura em provas de nível de estrada tais como os “Fábios” de Pombal.

Os comentários estão fechados.