Lista de campeões nacionais de ciclocrosse

Quarto título em sucessão na Elite para o holandês Lars Boom
Quarto título em sucessão na Elite para o holandês Lars Boom

Os campeonatos nacionais de ciclocrosse disputaram-se no passado fim-de-semana juntando, a nível europeu, as principais nações da disciplina num par de jornadas competitivas que trouxe algumas surpresas e desilusões.

Na vizinha Espanha, Jose Ruiz de Larrinaga revalidou o título na Elite antecipando-se em escassos três segundos ao “biker” Jose Antonio Hermida, segundo classificado. Na prova disputada em Laredo – tomaram parte 56 corredores – Constantino Zaballa, com as cores da Cantabria, foi quarto classificado.
Na Itália o sucesso sorriu a Marco Aurelio Fontana (Cannondale) que se antecipou, na prova de Milão, ao italiano Enrico Franzoi.

Christophe Mourey (Française des Jeux) sagrou-se campeão francês numa vitória de emoção e conquistada sobre o risco diante de Steve Chainel (Bouygues). Pela quinta vez, Mourey poderá ostentar as cores de campeão gaulês.

Na Bélgica, a prova ficou marcada pela queda e fractura de clavicula do campeão do mundo, Niels Albert. O incidente foi provocado, de forma inadvertida, por um fã do corredor. Sven Nys rodou para a vitória – o seu sétimo título da carreira – e visa agora o título mundial. Nys (Landbouwkrediet-Colnago) antecipou-se em três segundos ao rival Klaas Vantornout (Sunweb) revelando-se o mais forte no circuito de Oostmalle.

Fechando a ronda pelos principais nacionais, na República Checa, o domínio esperado foi pertença de Zdenek Stybar (Fidea) no circuito de Tabor, localidade que acolhe os Mundiais no final de Janeiro.

Lista de campeões
Bélgica: Sven Nys (Landbouwkrediet-Colnago)
Holanda: Lars Boom (Rabobank)
França: Christophe Mourey (Française des Jeux)
Itália: Marco Aurelio Fontana (Cannondale)
Espanha: Jose Ruiz de Larrinaga
Alemanha: Philipp Walsleben (BKCP – Powerplus)
Suiça: Lukas Flueckiger (Trek World Racing)
Áustria: Peter Presslauer (Voralberg Corratec)
Polónia: Mariusz Gil

5 comentários a “Lista de campeões nacionais de ciclocrosse”

  1. Com 6 atletas nao ha corrida. Havia muitos atletas se as equipas de estrada e de btt colaborassem, porque da parte da AC Porto ha vontade de fazer uma corrida de ciclocross mas se as equipas nao se aliarem a ideia nao resulta.

  2. Pensas k e so ele o unico elite portugues a correr ciclocross nao. Vai ao site da galiza e ves la k tambem a bicicastro corre ciclocross e tem um elite chamado TIAGO SANTO. E pensas k o tino e o unico k faz bons resultados, se e um nacional todos TEEM O DIREITO DE DISCUTIR O TITULO. A bicicastro todos os anos vai aos crosses, e sempre k vai la faz podios com a ANA VIGÁRIO, tendo á 2 anos o FÁBIO OLIVEIRA e o JÚLIO OLIVEIRA ganho provas da galicia chegando a estarem os 2 em 1º e 2º do ranking. Ainda a alguns portugueses que se interessam pela modalidade

  3. Penso que em Portugal deveriamos entregar o titulo ao Celestino. È mais que merecido.

Os comentários estão fechados.