João Correia assina pela Cervélo

João Correia chega aos 35 anos a um patamar nunca alcançado enquanto jovem
João Correia chega aos 35 anos a um patamar nunca alcançado enquanto jovem

O português João Correia, 34 anos (completa 35 em Fevereiro), vai correr pela Cervélo Test Team em 2010. De profissional a tempo parcial na Team Bissel, Correia passa a envergar a camisola de uma das equipas de topo do ciclismo internacional, uma formação que conta nas suas fileiras com corredores do calibre de Carlos Sastre, Thor Hushovd ou Heinrich Haussler. Após duas épocas a conciliar o trabalho no sector de marketing de uma das principais revistas de ciclismo do Mundo com os treinos nocturnos em Central Park, Correia terá agora a oportunidade de abraçar de corpo inteiro o sonho de ser ciclista profissional.

“Estou animado por representar a Cervélo TestTeam nesta temporada. É uma excelente oportunidade para eu fazer o que realmente quero. Muitas pessoas têm sonhos desse tipo, mas a maioria não consegue viver o sonho, mas eu estou a vivê-lo. Foi um duro caminho para regressar a este nível, depois de deixar o ciclismo em meados dos anos 90. Penso que o trabalho feito na Bissell, nos últimos dois anos, deu-me uma base sólida para tentar dar o salto de volta para os escalões superiores da modalidade”, afirma o corredor, satisfeito com as condições encontradas: “Ttenho encontrado pessoas que partilham valores semelhantes aos meus e que acreditam em mim. Eles estão muito empenhados em tornar o mundo do ciclismo melhor para os atletas, patrocinadores e fãs, e eu gostaria de acrescentar a minha pequena parte para ajudá-los a fazer isso “.

“Conhecemos o João há algum tempo e a ideia de assinar com  ele tem já alguns anos, mas este é o momento certo para o fazer. Será, sem dúvida, uma transição difícil para ele, mas não temos pressa. Além do seu talento como corredor, traz uma perspectiva única para atingirmos outros objectivos para lá dos desportivos, como o desenvolvimento dos produtos e o contacto com os adeptos”, revela o fundador da Cervélo, Gerard Vroomen.

Esta mudança na vida e na carreira de João Correia levou o corredor a trocar Nova Iorque por uma localidade perto de Nice, França. Nos treinos que lá desenvolveu na companhia dos colegas de equipa Thor Hushovd e Gabriel Rasch, o português já teve oportunidade de conhecer Stuart O’Grady e Philippe Gilbert, além de já se ter cruzado na estrada com Davide Rebellin, que, apesar da suspensão, não desiste dos treinos.

A carreira profissional de João Correia foi breve, tendo uma passagem esporádica pelo Troiamarisco na década de 1990. Após cerca de uma década de ausência da estrada e de muitos quilos acumulados, Correia aceitou o desafio para voltar a treinar e participou no campeonato nacional de contra-relógio em 2007. Nas duas épocas seguintes – com o corpo adelgaçado e a forma em crescendo – representou a Bissel. Em 2010 terá um desafio maior para cumprir.

33 comentários a “João Correia assina pela Cervélo”

  1. o senhor cris deve ser algum ciclista falhado para se preocupar assim tanto com o sucesso dos outros . e a mentalidade dos portugueses se alguem faz alguma coisa boa se tenta destruir . forza joao os amigos estao contigo

  2. Ninguem tem que esclarecer nada aqui. E o Senhor Cris que lhe paga ? Tome remedio para as dores de cutovelo !!!!!!!!!
    Joao boa sorte man ! Be safe!!

  3. Impõe-se um esclarecimento. Eu desejo igualmente as maiores felicidades e sucessos ao João Correia, o que tenho são legítimas dúvidas quanto ao processo da sua entrada na equipa Cervelo – se esta se baseou apenas na análise desportiva do atleta, e/ou se estiveram outros factores em jogo; cada um acredite no que quiser, embora reconheça que não conheço o passado desportivo do atleta, e como tal posso estar a tirar conclusões precipitadas, mas o tempo encarregar-se-á de demonstrar quem está do lado da razão.

    Quanto ao João Correia, espero que alcançe os seus objectivos pessoais para a nova época, e seja mais um a prestigiar o ciclismo português, que tanto precisa. Quem me dera estar no lugar dele.

  4. santa ingnorncia se soubesen o que ele trabalhou para chegar a posicao que tem nao comentavao dessa maneira se ele a um desconhecido so se for em Portugal mas as pessoas do ciclismo sabem bem o valor dele e o que ele representa ,informasen primeiro e cometen depois

  5. João, Quem?

    O Pai Natal deve andar a fazer horas extraordinárias… e consegue colocar um “jovem” corredor com o “brilhante” curriculo de uma passagem pelo Tróiamarisco e um nacional de contra-relógio, numa equipa onde muitos com prestações ao mais alto nível no ciclismo internacional – alguns dos quais portugueses – não conseguem sequer lugar de ‘piloto d testes’.

    Mas o ‘diploma’ “numa das principais revistas de ciclismo internacionais” fez o que os resultados desportivos não conseguiram; o rapaz tinha o sonho – legítimo – de ser profissional,mandou imprimir o ‘business card’ e voilá.

    E não será um mau negócio para a Cervelo que à conta de um contrato profissional de fachada tem publicidade à borla a partir de um ‘infiltrado’ com ‘inside perspective’.

    Será que vai ao Tour?!?

  6. é uma outra maneira de encarar o ciclismo, e os dirigentes da cervélo pareceram-me bastante inteligentes nesta contratação, ganharam alguém com uma visão diferente do desporto, e alguém que poderá trabalhar com eles no futuro na divulgação da marca, o que a mim me parece uma contratação muito inteligente.

    quanto a qualidade dele não sei não faço ideia nunca o vi correr, já tinha ouvido falar dele que corria na bissel, mas nunca soube o que ele andava. como não conheço nao gosta de andar a mandar postas de pescada pro ar como muitos aqui fazem.

    só tenho a desejar muitas felicidades e o maior sucesso para o seu futuro!

  7. Agradeco o suporto e as palavras. Embora eu tivesse emigrado para os EUA aos 11 anos sempre mantive o POR na minha licensa ate hoje. E continuou com orgulho a representar Portugal. Esprero regressar a representar o nosso pais nos Mundiais deste ano como fize na decada dos 90’s. Tudo precorre com o seu tempo e embora a minha historia seja um bucadinho differente dos outros e assim que esta a decorrer. Um abraco a todos e um felize ano novo.

  8. meus amigos aqui á tantos que queriam estar no lugar dele amigos tem q se fazer pela vida
    seja como for temos mais um homem na alta roda do ciclismo ele é portugues atencao

  9. e o que interessa ir para la trabalhar para os outros?? que eu saida ninguem consegue ganhar nada sozinho é preciso algem para trabalhar, só temos k dar força e esperar k consiga fazer algo pelo nome do nosso ciclismo que ultimamente nao anda muito bem falado… farça joao

  10. Ele vai para lá correr de certeza para ficar com a marca cervelo, assim a cervelo ganha em marketing e representação, só deve ser isso.
    Mas para ir correr também tem qualidade, senão só ia para marketing, mas vai andar a trabalhar para os outros obviamente.

  11. O nel das correias… e apartir dos 18 ? Agora com 35 anos lembraram – se dele ? e ate aos 30 nao ? Opah…. voces querem enganar quem ? Há tanto ciclista portugues a correr em portugal melhor que ele…

  12. ele de portugues so tem a nacionalidade!!!

    foi para o exterior com 11 anos de idade…nem deve saber falar portugues!!!

  13. o lance qual a o teu espanto aos 8 anos foi campeao nacional, vai a federacao e pergunta pelo corriculo dele, aos 11 foi campeao da costa leste dos USA aos 16 anos foi 44 nos mundiai nos usa, aos17 anos foi 13 nos mundiais da australia, aos 18 anos 13 nos mundiais da grecia, sera que tens mais corriculo que ele tambem a formacao universitaria em economia e politica internacional foi obra do acaso. a vida a feita de trabalho

  14. valeu a pena uma vida dedicada ao ciclismo nao por acaso que ele a portuguese com melhor recorde a nivel internacional dois decimos terceiros lugares no campeonato do mundo de ciclimo forca joao

  15. Eu dor de cotovelo? Nao amigo , muito voçe pensa que ele foi pa cervélo porque ? Ganha juizo Homem… Há muito melhor ciclista que ele em qualquer lado dispostos a correr numa equipa como a cervélo…. Eu acho que o nosso amigo “???” explicou tudo, so as pessoas com menos capacidades para pensar e que nao perceberam

  16. ó lance faz por a vida deixa trabalhar quem quer tas com dor de cotuvelo é a vida amigo

  17. grande joao é assim mesmo espero q estejas no algarve para nos vermos ja fomos colegas de equipa e é uma grande alegria ver te nesta grande equipa forca estou contigo

  18. nem Protour nem Continental-profissional é uma equipa Profissional com Wild Card garantido…

  19. “Após duas épocas a conciliar o trabalho no sector de marketing de uma das principais revistas de ciclismo do Mundo”… este excerto explica tudo… mas nao deixa d ser bom, é mais um portugues!!!

  20. Porque será que ele esta la ? Com 35 anos no pro tour ? Será que ele e como o Lance Amstrong ? x D..
    E A cervélo lembrou – se dele agora com esta idade ? Nao haveria mais novos com mais potencial ?
    Esta contrataçao ta mal contada

  21. mais 1 portugues no estrangeiro? muito bem…. por acaso nunca ouvi falar dele…

Os comentários estão fechados.