Antonio Colom quer o fim da suspensão provisória

Colom foi protagonista no Algarve vencendo no alto do Malhão
Colom foi protagonista no Algarve vencendo no alto do Malhão

O espanhol Antonio Colom solicitou diante da Real Federação Espanhola de Ciclismo (RFEC) o termo da sua suspensão cautelar após um resultado positivo num controlo anti-dopagem efectuado em Abril, no País Basco. Em Junho, a União Ciclista Internacional (UCI) comunicou a existência de restos de EPO numa das amostras de urina recolhidas suspendendo de imediato o veterano maiorquino, um dos primeiros protagonistas do primeiro terço de época. Entre os seus sucessos no início de 2009, Colom evidenciou-se ao bater Alberto Contador na subida ao alto do Malhão, na etapa-rainha da Volta ao Algarve. “Contador é um bom amigo. Hoje ganhei-lhe, mas é o melhor ciclista da actualidade. Estou contente, mas com os pés assentes na terra” declarou na altura.

Colom diz-se “inocente” e,em declarações ao Diario de Maiorca, acusa a UCI de manter um processo carregado de “defeitos de forma”. “É um desastre” resume Colom que solicitou na RFEC, além do termo da suspensão cautelar, a emissão de licença profissional para 2010 e a “absolvição definitiva” no caso.