Manuel Cardoso: “Quero afirmar-me no pelotão internacional”

Manuel Cardoso reúne-se, este sábado, com os novos colegas no primeiro estágio da Footon-Servetto, em Hoznayo, Espanha. O campeão nacional acabou contratado pela formação de Joxean Maxtin e tem previsto alinhar com as novas cores em Janeiro com a presença no Tour Down Under, seguindo-se, no mês seguinte a participação no GP Costa Degli Etruschi, em Itália, e no Challenge de Maiorca.

“O meu principal objectivo é conseguir afirmar-me no pelotão. Penso que escolhi a melhor equipa para isso, tenho algumas expectativas, mas acho que pouco a pouco e trabalhando muito, vou conseguir, apesar de estar num nível superior, em que estão os melhores corredores do Mundo”, reconheceu Manuel Cardoso, em declarações à Lusa.

“Sei que vou estar num nível diferente e que a afirmação vai ser difícil, mas espero conseguir e, ao longo do ano, fazer coisas bonitas”, acrescentou Cardoso que reconheceu a saída forçada após o final da Liberty Seguros.

“Claro que o final da Liberty provocou tudo isto. A equipa propunha-se a integrar o pelotão principal, para estar presente nas melhores corridas e eu estava lá bem, era uma equipa em que era muito acarinhado e onde gostava de trabalhar”, frisou.

4 comentários a “Manuel Cardoso: “Quero afirmar-me no pelotão internacional””

  1. desejo ao M.CARDOSO tudo de bom e tenho a certeza que vai vençer muitas vezes força campeão

  2. A tua afirmação vai ser rápida pois um ciclista esforçado e humilde como tu só pode conseguir coisas boas!Mostraste a toda a gente o teu valor como profissional e como ser humano,ninguém duvida daquilo que és capaz.Força pois ainda nos vais fazer sorrir muito!E o orgulho cresce pois, além da amizade, é um ciclista português que vai levar longe o nosso país.Mostra-lhes de que raça são feitos os portugueses.Força Manuel,sabes que contas sempre com o nosso apoio nos bons e nos maus momentos.(Parece uma daquelas frases feitas mas tu percebes bem o significado.)Os verdadeiros amigos e apoiantes estão sempre cá!!!!!!!

  3. Se o calendário for este (Tour Down Under, seguindo-se, no mês seguinte a participação no GP Costa Degli Etruschi, em Itália, e no Challenge de Maiorca), as 2^primeiras podem ser uma boa preparação para a 1ª vitória aparecer em Maiorca, têm algumas etapar com média montanha e final ao sprint em que o Manuel está como peixe na água. A partir daí tudo será diferente dentro desta equipa em que todos vão querer protagonismo.
    É altura dos ex-Liberty deixarem de falar bem da equipa, com o final que teve é melhor esquecerem que existiu, todos os que nela estiveram saíram manchados. Viva o futuro. Boa sorte Manuel

Os comentários estão fechados.