Manuel Cardoso assina por um ano pela Footon-Servetto

Manuel Cardoso e Rui Costa são dois dos emigrantes lusos
Manuel Cardoso e Rui Costa são dois dos emigrantes lusos

O campeão nacional de fundo, Manuel Cardoso, vai correr na Footon-Servetto em 2010. O natural de Paços de Ferreira é o quarto ciclista português a assinar por uma equipa ProTour com vista à temporada vindoura, juntando-se no pelotão internacional a Rui Costa (Caisse D’Epargne), Sérgio Paulinho e Tiago Machado (RadioShack). O velocista que ficou desempregado na sequência do final abrupto da Liberty Seguros chegou a ter conversações adiantadas com a Xacobeo Galicia, mas foi o jovem Nelson Oliveira, vice-campeão mundial de contra-relógio sub-23, a ocupar a vaga que os galegos destinavam a um luso.

Manuel Cardoso ainda não conhece em pormenor o calendário que terá pela frente, mas já sabe que fará a estreia na Austrália, no Tour Down Under (19 a 24 de Janeiro), seguindo-se o G.P. Costa degli Etruschi (6 de Fevereiro) e o Challenge de Maiorca (7 a 11 de Fevereiro). O primeiro contacto com os novos companheiros de equipa vai dar-se durante um estágio a realizar entre 28 de Novembro e 4 de Dezembro. Nessa altura, o ciclista será posto ao corrente dos objectivos específicos que a equipa tem para ele, embora a decisão quanto à participação ou não nas grandes voltas dependa do desempenho entretanto alcançado, vindo a ser comunicada mais adiante na temporada.

“Tinha a ambição e estava tudo acordado para permanecer na Liberty Seguros, um projecto aliciante para qualquer um. No entanto, com o fim da equipa tive de pensar no que seria melhor para mim e, nesta fase, acho que o ideal é estar num conjunto ProTour, que me dê a oportunidade de estar presente nas melhores corridas do Mundo”, diz o campeão nacional ao Jornal Ciclismo.

O contrato com a Footon-Servetto é válido por um ano e o pacense encara com optimismo a estreia na alta roda do ciclismo mundial. “Estou motivado, feliz e optimista. Cheguei a uma equipa ProTour e talvez tenha sido a melhor equipa para poder aparecer e ter resultados. Como não se trata de um bloco com uma figura principal, cada um dependerá exclusivamente do seu trabalho e dos resultados para conquistar um lugar na equipa que vai às melhores corridas”, avalia o corredor.

Manuel Cardoso é o mais sonante dos três reforços hoje anunciados pela equipa de Matxin Fernández. Os outros são o também velocista Vidal Celis, que correu pela Barbot-Siper nas duas últimas épocas, e Iban Mayoz (ex-Xacobeo Galicia). Com as três incorporações, a equipa espanhola já conta com 22 elementos para a campanha de 2010.

O plantel da Footon-Servetto é, até ao momento, formado por Alberto Benítez (Fuji-Servetto), Mathias Brandle (Elk Haus), Eros Capecchi (Fuji-Servetto), Ermanno Capelli (Fuji-Servetto), Manuel Cardoso (Liberty Seguros), Vidal Celis (Barbot-Siper), Giampaolo Cheula (Barloworld), Marco Corti (Barloworld), Arkaitz Durán (Fuji-Servetto), Markus Eibegger (Elk Haus), Thomas Patrick Faiers (Camargo), Fabio Felline (Bergamasca), David Gutiérrez Gutiérrez (Camargo), David Gutiérrez Palacios (Camargo), Iban Mayoz (Xacobeo Galicia), Pedro Merino (estagiário Fuji-Servetto), Martin Pedersen (Capinordic), Enrique Mata (Burgos Monumental), Michele Merlo (Barloworld), Miguel Angel Rubiano (Centri della Calzatura), David Vitoria (Rock Racing) e Rafa Valls (Burgos Monumental).

A Footon-Servetto é uma das equipas que mais casos de dopagem tem apresentado nos últimos anos. Primeiro foram Iban Mayo, Riccardo Riccò e Leonardo Piepoli, enquanto a formação ainda se designava Saunier Duval, e, já em 2010 2009, aconteceu com Ricardo Serrano e Alberto Fernández. Consciente da má imagem dada por estes casos, o director-geral da equipa, Matxin Fernández, anunciou recentemente, em entrevista ao jornal espanhol Meta2mil, que, a partir de agora, será proibido o uso de seringas na equipa. Mesmo os recuperantes legais habitualmente injectáveis terão de ser tomados de outra forma.

28 comentários a “Manuel Cardoso assina por um ano pela Footon-Servetto”

  1. parabens Manuel!!!!ex o orgulho de todos os portugueses!!!!tu mereçes!plo travalho k tens feito!!dsejote toda a sorte do mundo!!!

  2. Parabéns, está no sitio que merece. Em Portugal só o queriam a preço de saldo…O nosso ciclismo está tão forte que nos damos ao luxo de desperdiçar valores assim. É como o Azevedo que em Portugal ninguem o queria a colaborar em nenhuma equipa e agora faz falta á melhor equipa do mundo.

  3. Quero deixar aqui os meus parabéns ao primaço! Parabéns e felicidades, não são todos que chegam a uma equipa ProTour, mesmo não sendo de topo, contam-se pelos dedos de uma mão quem são os portugueses, só os melhores e tu és um deles!
    Parabéns e muitas felicidades.
    Boa Sorte!

  4. “Primeiro foram Iban Mayo, Riccardo Riccò e Leonardo Piepoli, enquanto a formação ainda se designava Saunier Duval, e, já em 2010, aconteceu com Ricardo Serrano e Alberto Fernández”

    Andamos a fazer previsões do futuro? Em 2009 srs jornalistas.

  5. Que surpresa!!!O campeão nacional vai para uma grande equipa!Alguém esperava o contrário?Parabéns,eu sei que não vale a pena dizer mais nada.Tu és o campeão nacional e palavras para quê??Força Manuel.

  6. CULITO LOS CICLISTAS ESPAÑOIS NO SON O CANCRO DEL CICLISMO PORTUGUES.HACE TRES AÑOS HABIAN TRES EQUIPOS FUERTES EN PORTUGAL,MAIA BENFICA Y LIBERTY.CUANDO EMPEZARON A TENER PROBLEMAS EN MAIA QUE HICIERON LOS OTROS EQUIPOS?SE ALEGRARON DE QUE DESAPARECIERA Y ASI TENIAN MAS FACIL GANAR LA VOLTA A PORTUGAL.AHORA LES A PASADO LO MISMO A LOS QUE SE ALEGRARON.ESAS ENVIDIAS Y GANAS DE JODER AL RIVAL ES LO QUE REALMENTE ESTA MATANDO AL CICLISMO PORTUGUES,Y NO LOS ESPAÑOLES.SI EN SU DIA LOS EQUIPOS SE HUBIERAN APOYADO UNOS A OTROS SEGURO QUE IRIA TODO MEJOR Y NO HABRIAN TANTOS PORTUGUESES EN DESEMPREGO PORQUE NO HUBIERAN DESAPARECIDO TANOS EQUIPOS.

  7. OH amigo lance os espanhois que vao para a terra dele sao um cancro no ciclismo em portugal.

    Esse tal de tximo bem para portugal por que? por ser boa pessoa? por ser bom ciclista? ca em portugal tambem ha muito bons ciclista e boas pessoas e estao no desemprego por isso nao vejo o porque de ir buscar espanhois basicos, em vez de dar a mao a ciclistas nacionais e bem mais novos.

  8. Equipa fraquinha !!!!!!
    è uma equipa Protour ( escalão maximo no ciclismo ) por merito proprio , senão já teria descido de escalão como aconteceu ás duas equipas francesas

  9. ME ALEGRO MUCHO POR CARDOSO PORQUE ES MUY BUEN CICLISTA.NOSOTROS LOS ESPAÑOLES NO VEMOS MAL EL QUE PORTUGUESES VENGAN A CORRER A ESPAÑA Y NO COMO ALGUN DEFICIENTE QUE CUANDO ALGUN EQUIPO PORTUGUES COGE A UN CICLISTA ESPAÑOL NO LE PARECE BIEN.TXIMO ORTEGA QUE ES SU VERDADERO NOMBRE Y NO LOPEZ ES UN BUEN CICLISTA Y MEJOR PERSONA Y NO SE MERECE LO QUE HAN DICHO DE EL POR SU FICHAJE POR EL BARBOT.

  10. Parabens ao Manuel Cardoso por esta vitória, correr numa equipa pro tour é um degrau a mais na sua carreira, pois vai aprender muito e poder evoluir muito mais.

  11. Tu mereces, es dos melhores ciclistas que temos, humilde, e sempre desposto a ajudar.
    Felecidades 😛

  12. caros amigos do jornalciclismo, para quando noticia do Boavista, aluvia e guimaraes??? abraço pra todos

  13. maior parte desses cciclistas ex camargo, sao atletas k corriam em amdores em espanha, e ja teem 28,29 e alguns 30 anos..
    Sinceramente vejo que é uma ekipa onde o manel nao pode tar mt a espera k o laçem, vai ter de se desembaraçar sozinho..
    Boa sorte para ele.
    Mas nao duvidem da qualidade dele. tornou-se um grande ciclista

  14. Muitos parabéns para o meu amigo pessoal e vizinho Manuel Cardoso, estou muito feliz e orgulhoso pois eu sou o teu fã nº1. É concerteza o ciclista mais inteligente da equipa, lê como ninguem a corrida o campeonato nacional é um bom exemplo. Parabéns Manel

  15. Esta equipa para protour é muito fraquinha, ele tem todas as condições para participar numa grande volta e para a maioria das clássicas. Boa notícia

  16. Sinceramente tirando o Cardoso este equipa é muito fraquinha…. O Manel pode impor-se à vontade, é que está aqui com cada barrete…

  17. Como nosso campeão nacional tem a responsabilidade de ter bons resultados. Com a qualidade que tem e se a equipa apostar nele as vitórias vão aparecer. Correr numa equipa Pro Tour é o prémio das vitórias em 2009. Força campeão.

  18. ainda bem, é preciso que o nosso ciclismo tenha mais gente a mostrar a nossa bandeira, e nada melhor do k o nosso campeão nacional para nos representar com a bandeira as costas

  19. GANDA CHEFE….MERECE OS PARABÉNS. PARA QUEM FICOU SEM EQUIPA E ASSINA POR UMA PRO TOUR… É MUITO À FRENTE. VAMOS VER SE É PARA LANÇAR OU TRABALHAR…

Os comentários estão fechados.