Volta a Portugal terá Selecção Nacional em prova

A Volta a Portugal 2010 terá a presença da Selecção Nacional, uma novidade que surge contemporânea ao anúncio já conhecido da descida de categoria da competição junto da União Ciclista Internacional, passando a mesma competição a vigorar sob o escalão 2.1.

Este ano, a alteração regulamentar introduzida em Julho pela UCI, já permitia a presença da Selecção Nacional na Volta a Portugal, classificada em anos recentes como “Hors-Categorie” (HC), mas dada a proximidade do evento, a possibilidade não foi sequer equacionada pela organização nem tão pouco pela Federação Portuguesa de Ciclismo.

A presença da Selecção Nacional em corridas do calendário nacional não é, no entanto, original, tendo a Equipa das Quinas já participado, com interessante sucesso, no Grande Prémio Liberty Seguros e o GP Crédito Agrícola, este último conquistado por Rui Costa com as cores da Selecção. O objectivo da presença da Selecção Nacional nestas competições visou, sobretudo, colmatar a ausência de dias de competição de Sérgio Paulinho e Rui Costa que, sem provas agendadas pelas respectivas equipas, Astana e Caisse d’Epargne, careciam de ritmo de competição.

O objectivo de presença da Selecção na Volta 2010 poderá obedecer a vários propósitos, desde logo a saudável possibilidade de lançamento de ciclistas das Equipas de Clube (Sub-23) que, deste modo, poderão competir na prova rainha do ciclismo português sem estarem limitados à ausência das respectivas equipas.

Outro atributo importante, além da promoção dos corredores mais jovens, deverá passar pelo fortalecimento do projecto Selecção, com a constituição de uma base de trabalho mais profissionalizada e um aumento do número de competições no exterior, à semelhança do que sucedeu nas épocas de conquista da Taça das Nações Sub-23, em 2008 ou, por exemplo, com a Selecção Nacional de Cross-country na presente temporada. Para tal, deverá ficar acordado a entrada de um forte patrocinador de todas as Selecções.

A presença da Selecção Nacional no pelotão da Volta a Portugal 2010 será acompanhado, à luz da nova categoria da prova, por um máximo de 50 por cento de Equipas ProTour, sendo a restante parcela constituida por Equipas Continentais Profissionais, Equipas Continentais – de todos os países e não só de Portugal, como anteriormente – e ainda Equipas de Selecção.

11 thoughts on “Volta a Portugal terá Selecção Nacional em prova”

  1. AFederação Portuguesa de Ciclismo faz o que quer e lhe apetece, em anos anteriores os sub – 23 não podiam correr com os chamados profissionais como era o caso da prova de abertura, mas este ano como não havia equipas de profissionais suficientes porque seria uma vergonha para o ciclismo por 5 equipas a correr a prova de abertura,mas temos que nos consular com o que temos dantes a UCI não autorizava e agora já autoriza Ha ha ha que lindo este ano até uma Selecção com sub- 23pode correr a Volta a Portugal obrigado o patrocinador assim o exige. Tenham vergonha na cara.

  2. Miséria…foi para isto que se reduziu a volta para 10 dias??? Esperemos que não seja um equivoco. Vai ser de bradar aos céus se aparecerem alguns positivos, sabendo da forma que andam os ciclistas de equipas de sub 23…Vale tudo…Ali as regras são um bocadinho diferentes e até os Libertys que dominavam os esquemas do control o sentiram na pele.

  3. vai haver Volta em 2010 ?

    a propósito, onde estão os resultados do anti-doping da Volta deste ano ? estão demorados para caramba…. ???

  4. podemos agradecer a esse inteligente do JOAQUIM GOMES a inteligencia chegou ali e parou

  5. será que os patriocinadores das equipas irão compreender o facto dos seus “melhores” corredores estarem a usar uma camisola com o nome da concorrência?…

  6. Era este o ciclismo que o nosso presidente queria. Sp defendeu que portugal n devia ter mais que 5 equipas. O problema é que falta-lhe sabedoria e vontade para manter a categoria das provas e com isso chamar ciclistas pro tour. Assim sendo, teremos de novo um ciclismo caseirinho como o que vivemos nos anos 80 e 90. Vivó ciclismo.

  7. que vergonha, aos pontos que o ciclismo chegou… ou era mm este o interesse da federação?

  8. é uma derrota muito grande para os organizadores da volta, federaçao, deixar a volta cair de categoria.
    isso tambem ja se previa acomapnhei a etapa toda Felgueiras- Fafe bem vi a falta de organizaçao que houve como por exemplo: deixar passar camioes para o percurso a 1.500metros da meta, mal passava a caravana abriam logo o transito e os ciclistas atrasados nao eram respeitados etc. acho que deviam pagar menos as meninas do podio e investir no que é importante. Agora acho bem a selecçao poder competir na volta com sub23… o ciclismo precisa de dar oportunidades a juventude.

  9. Eu pelo que entendo é que talvez os elites em equipas de clube possam tambem participar.

  10. As equipas de sub 23 então afinal não podem participar certo? só os sub-23 da selecçao?

Os comentários estão fechados.