Gondomar Cultural sai para a estrada em 2010

Um novo projecto de raiz que recupera a herança velocipédica gondomarense terá lugar na próxima época, com o projecto de uma equipa de clube, composta na sua totalidade por corredores sub-23 e com um orçamento de 60 mil euros. O projecto delineado há uns meses toma o lugar do antigo Gondomar Clube de Ciclismo no patamar de antecâmara do escalão continental. O anterior projecto constituiu a base de lançamento da equipa profissional que se sucedeu, anos depois, com o patrocínio da Barbot.

A direcção técnica do projecto gondomarense cabe a José Santos, actual director-desportivo da Madeinox-Boavista e presidente da direcção do Gondomar Cultural, agremiação que tutela a prática desportiva juvenil de diversas modalidades como Andebol, Polo Aquático, Voleibol, Tiro com Arco, entre outras, alargando agora o seu raio de acção ao ciclismo.

“Trata-se de um projecto de formação de ciclistas e será maioritariamente constituído por corredores de primeiro ano nos sub-23. Gondomar tem uma importante tradição velocipédica e achamos bem recuperar a modalidade”, asseverou o responsável. A direcção desportiva da equipa não está ainda assegurada, sendo que o orçamento previsto deverá rondar os 60 mil euros.

16 comentários a “Gondomar Cultural sai para a estrada em 2010”

  1. Gondomar tem jovens muito bons,o projecto parece-me tambem muito bom,ao que já li existe dinheiro,mas quem vai governar isto tudo vai ser o sr professor sozinho ? Mau,muito mau.Espero que estes jovens tenham sorte.

  2. boas, não percevo o que uma equipa assim com 6 ciclistas e todos de primeiro ano com pouca esperiencia vão fazer na volta a portugal do futuro e nas provas a correr com os proficionais, sera que vão gastar dinheiro para não mostrar o nome de gondomar? eu como gondomarense não aceito esse despredicio de dinheiro e de não poder ver os ciclistas da terra a corre na equipa da terra. resomindo vou ver ciclistas de fora a correr na equipa d terra e os ciclistas da terra a correr em equipas de fora ate quem sabe equipas do sul de portugal…

  3. Nao sei porque que nao poblicaram aqui o meu comentario(se fosse algo a criticar a noticia aceitavam logo!!!)Mas vou escrever outra vez “gostava que o sr. cidadania revelasse aquelas contrataçoes que sabe??”
    este ano ninguem fala das contrataçoes dos sub23!!!

  4. ja soube das contratçoes desta equipa e parece ke ira apoiar mais os ciclistas de 1ª ano o ke e mt bom!!!! força gondomar… bons sprints

  5. O prof esta a ver o tacho do bessa a sair, e já arranjou em gondomar… é de dar valor a estes “técnicos”

  6. Só espero que dei-am trabalho ó pessoal de Gondomar que entende de ciclismo como Director Técnico , Mecánico , Massagista etc e não vão buscar esse Monteiro que é um grande artista porque os corredores já vão correr de borla

  7. depende de quem estiver a frente da equipa, podemos ter equipa para 2 anos ou para10 anos. gondomar gosta do ciclismo e apoia, não façam disto um tacho.

  8. Continua a existir Boavista, penso que será um pouco como o Nuno Ribeiro a correr numa equipa e a presidir outra, neste caso o Professor será o Presidente de uma e manager de outra

  9. É muito positivo haver equipas de formação, claro. O problema é que se não existirem equipas profissionais que depois acolham esses ciclistas que entretanto se formaram, acabarão por se perder muitos talentos.

  10. Isto são boas notícias para a modalidade, com o decréscimo das equipas profissionais, assiste-se ao crescimento da equipas de S23. Se as contas não me falham, neste momento existe 9 projectos confirmados (Tavira, Cartaxo, Credito Agrícola, Mortágua, Sta. M. Feira, Aluvia, Gondomar, Maia e Vitória), faltando confirmar se as equipas do Sporting, Ventosa e Lugo se mantêm na estrada. Quem souber de mais novidades…

Os comentários estão fechados.