Maia-Bike Team reforça-se no pelotão sub-23

dsc005422

A Maia-Bike Team, o novo projecto de topo da União Ciclista da Maia, reforça o seu elenco tendo por vista o regresso à competição em 2010. Flávio Gomes (ex-Bretescar-Sporting), Fábio Palma (ex-Crédito Agrícola), Sandro Pinto (ex-Mortágua/DR Seguros) e Vitor Machado (ex-SM Feira-E.Leclerc) foram os primeiros ciclistas sob contrato, passando agora o plantel orientado por Paulo Couto a contar com os préstimos de Casimiro Oliveira (ex-Mortágua), Pedro Fernandes (Ex-EC Carlos Carvalho), Sandro Barros (Ex-Adrap) e Tiago Familiar (Ex-SM Feira-E.Leclerc).

Outra entrada notada é de Carlos Rocha, o novo mecânico da equipa, que regressa ao Norte após uma época no Cartaxo – Capital do Vinho.

A nova equipa aguarda ainda a confirmação de estatuto para 2010. O projecto de equipa de clube (sub-23) é a base, mas as condições para um regresso ao pelotão profissional permanecem em estudo, sendo para tal determinante o resultado de um encontro entre a direcção da equipa e o autarquia a ter lugar no próximo fim-de-semana.

Os oito ciclistas já confirmados foram, entretanto, à Loja Bike Team, no Porto, onde tiraram as medidas das novas bicicletas Specialized tendo sido recebidos por César Pinto, ex-ciclista profissional.

5 comentários a “Maia-Bike Team reforça-se no pelotão sub-23”

  1. É assim mesmo o ciclismo portugues esta a precisar disto..
    parabens Paulo Couto e a todo o staff da U.C.Maia…

    e a todos os patrocinadores

  2. Ora aqui está, finalmente uma boa notícia! O renascer da U. C. Maia com uma equipa de sub-23. Com boa orientação, alguns destes jovens, honestos e dedicados, podem vir a ser bons ciclistas profissionais.

  3. ola boas ciclistas ta tu do agora vai ser so poderio na maia e so para dizer que espero que corra tudo bem e que continuem porque a maia precisa de equipa profissional 1 abraço para vos todos do melendi….
    E o de camisila roxa cuidado mais cunhecido por o sandro (chave15) E AGORA NÃO DIGO ENDE ELE TEM A CHAVE FORÇA

  4. Se não estou enganado, os regulamentos não permitem a passagem directa de júniores para equipas continentais, como anteriormente acontecia (Ex Vitor Rodrigues, Marco Cunha…).

Os comentários estão fechados.