FIFA vai adoptar Passaporte Biológico

A FIFA e a Agência Mundial Anti-Dopagem (AMA) irão encetar uma parceria para desenvolver o modelo de passaporte biológico para futebolistas semelhante ao já em prática no ciclismo. O anúncio foi feito hoje durante uma reunião entre o presidente da Federação Internacional de Futebol, Joseph Blatter, e o presidente da AMA, John Fahey.

O passaporte biológico, similar ao utilizado no ciclismo, é parte de um novo programa anti-doping da FIFA. Fahey disse que os testes inopinados – mas selectivos tendo em conta a informação recolhida pelo passaporte biológico – serão a chave para o sucesso.

“O passaporte biológico é o que queremos alcançar. Estamos empenhados em dar um passo em frente na luta contra o doping”, avançou Blatter.

Fahey elogiou primeiramente os esforços da FIFA na luta contra a dopagem, mas também observou que havia espaço para melhorias.

A FIFA e a AMA têm manifestado divergências sobre este assunto ao longo dos últimos anos, designadamente ao recusar-se a obrigar os jogadores a estarem disponíveis 365 dias por ano para se submeterem a testes anti-doping, uma medida introduzida este ano para todos os desportistas de elite dependentes da AMA.

Assim, como em outros desportivos colectivos, a FIFA frisou que os futebolistas não devem estar permanentemente disponíveis para testes fora de competição, ao contrário de atletas de desportos individuais, porque o seu paradeiro é mais facilmente conhecido.

A FIFA convidou também a AMA para a Copa de 2010 na África do Sul como observadores independentes.

O passaporte biológico permite detectar o uso de “doping” a partir dos efeitos no organismo, com monitorização ao longo do tempo, ao invés de realização de controlos sanguíneos e urinários aleatórios.

Fonte: Lusa e AP

7 thoughts on “FIFA vai adoptar Passaporte Biológico”

  1. isto é tudo uma palhaçada , até queria ver por ex o Ronaldo ser suspenso por contorle positivo, e o Real Madrid a arder aos milhões todos os meses

  2. Tudo muito bonito. Vamos ver se não é só fachada. Se for a sério, vamos ter muitas surpresas.

  3. Penso que os ciclistas já tem de se disponibilizar para controlos anti-doping 365 dias por ano (informando sempre o seu paradeiro) desde 2006…
    Não é compreensivel que o combate ao doping no ciclismo leve 3 anos de avaço, ainda mais porque o futebol envolve muito mais dinheiro e interesses!

  4. É mesmo assim!!! ao menos o ciclismo nao estará so no que respeita o passaporte biologico

Os comentários estão fechados.