Quo vadis Itália

Três equipas italianas, das mais modestas deste pelotão do Giro, marcaram boa parte da etapa com uma fuga de vários quilómetros.Tendencialmente, a pouco mais podem chegar estas equipas. À exposição das fugas, metas volantes, com sorte para alguma delas uma etapa ou uma classificação secundária. São as três equipas italianas presentes no Giro.

Em 1998, … Ler mais