Arquivo da categoria: opinião

OS MUNDIAIS E AS OPÇÕES TÉCNICAS

Embora para alguns pensar pareça provocar alguma confusão, ou pelo menos pensar de forma diferente, como qualquer grande evento, este campeonato do mundo, pôs-nos a pensar sobre alguns destinos da modalidade. Pensar interna e externamente.

Em Bergen, foi visível o sucesso da organização com o público, especialmente quando comparado com os mundiais anteriores. Neste contexto, … Ler mais

O PÚBLICO DO TOUR

Já se sabe que nenhuma outra corrida do mundo tem tanto público. Aliás, extravasando o ciclismo, poucos ou nenhuns desportos terão tanto público, sobretudo ao vivo, como o Tour.

Como em qualquer multidão, também já se sabe que uns são cumpridores e outros nem por isso. No Tour, muitos querem apenas aparecer na televisão, dizer … Ler mais

O SUCESSO DE PHIL BAUHAUS

O jovem alemão da Sunweb, Phil Bauhaus, não é propriamente estranho aos portugueses. Na Volta Portugal de 2014, com 19 anos, levou para casa duas etapas disputadas ao Sprint, uma com término na Maia e outra em Viseu.

Não é a primeira vez que um jovem de uma equipa quase desconhecida (Team Stolting) começa a … Ler mais

O TOUR COMEÇA NOS ALPES

Quando o pelotão nacional se prepara para abordar, de forma interessante, a mais importante montanha do país, a serra da Estrela, lá por fora, as atenções internacionais viram-se para os Alpes.

O Critério do Dauphiné, entre as mais importantes, não é das competições mais antigas do mundo (1947). Apesar disso, a tradicional colocação no calendário … Ler mais

DE MILÃO, A VALONGO E GOUVEIA

 

Em Milão, Tom Doumolin, numa gestão de esforço quase irrepreensível, levou para a Holanda, pela primeira vez na história da modalidade, a Volta a Itália, e logo a centésima edição, valorada pelos adversários mais próximos que bateu, Nibali e Quintana.

Numa das etapas, num acto pouco próprio dos povos do Norte da Europa, quase … Ler mais

A RESSACA DO DÃO

Mais do que a vertente puramente desportiva, a que já iremos, o Prémio do Dão levantou questões que têm passado de certa forma despercebidas mas que têm sido presença assídua nas organizações do ciclismo português.

A associação de ciclismo de Viseu, e quem a compõe, não podia ser mais voluntariosa. Nota-se um esforço evidente por … Ler mais

AS EQUIPAS PORTUGUESAS NAS ASTÚRIAS

A Volta às Astúrias, competição dura e sujeita a intempéries, sempre foi tradicionalmente dominada por espanhóis. Embora longe dos tempos áureos, não deixa de ser uma das mais significativas competições do calendário espanhol e, diga-se, até mundial.

Muitos espanhóis como Bahamontes, Manzaneque (vencedor da Volta a Portugal de 1973), Indurain, Olano, Sevilla, Mancebo, Beloki, grandes … Ler mais