Arquivo da categoria: ANÁLISE

Ranking UCI sem lógica

As regulamentações que normalmente a UCI  implementa são eivadas de uma lógica desportiva, e muitas vezes feitas em cima do joelho.

Pormenor importante que se constata, é o facto do ranking estabelecido por este organismo, que permite às duas primeiras formações do escalão de segunda divisão  no final de cada época, poderem disputar as principais … Ler mais

Os mesmos de sempre ?

Chegou 2019. No princípio de cada novo ano, nas equipas e nos ciclistas, criam-se ambições, objectivos que, nalguns casos se vão reforçando ao longo do ano mas, porventura em relação à maioria, vão esmorecendo à medida que os quilómetros se vão fazendo.

É tempo de novos alinhamentos nas equipas, de mostrar os equipamentos, dar … Ler mais

O A a Z de 2018

 

A, de Alves Barbosa. Uma das figuras maiores do ciclismo português falecido em 2018. Para sempre o primeiro português na Volta a França.

B, de Bernal. O Colombiano dá cada vez mais mostras de capacidade. Colômbia, Califórnia e um Tour acima da média para um jovem.

C, de Contador. Fez falta em 2018.

D, … Ler mais

Ganhar é sempre difícil

Recentemente perguntaram a Alejandro Valverde porque é que ainda não tinha ganho o Giro da  Lombardia, um dos cinco monumentos do ciclismo, que se adaptam às suas características como ciclista, e onde, por mais do que uma vez esteve perto da vitória.

A resposta do espanhol parece-me a mais pura possível: “ganhar é sempre Ler mais

Ventos de mudança – a Colômbia é apontada como o melhor exemplo de um país periférico

Há muito que se vem falando do novo paradigma do ciclismo mundial. A tão falada globalização, teria inevitavelmente de ser aproveitada também pelo ciclismo. Sobretudo os últimos três presidentes da UCI, antes de Lappartient, tiveram uma visão, cada um a sua visão, do que pretendiam para a transformação do ciclismo como desporto global.

Naturalmente que … Ler mais

E… se Simon Yates ganhar a Vuelta ?

Ainda faltam cumprir momentos importantes desta Vuelta mas, neste momento, não é descabido lançar uma pergunta: e se Simon Yates ganhar a Vuelta?

Se tal suceder não será propriamente um facto estranho tendo em conta o valor do ciclista em questão. O que é de assinalar é que a Inglaterra, como nação, se junta à … Ler mais

O C/Relógio por equipas do GP Jornal Notícias

O Grande Prémio JN é, sem dúvida, um factor de promoção da modalidade, ora pelo número de dias de corrida, já pouco comuns no ciclismo português, ora principalmente por estar associado a um dos maiores orgãos de comunicação social do país. É verdade que o contributo desta competição já teve mais relevância, mas não deixará … Ler mais

Froome, a suspensão e a vitória no Giro

Os fortes ventos da Terra Santa foram favoráveis à organização do Giro. Duas vitória italianas, etapas com uma geografia bastante diferente da Itália e público, nas zonas de partida e chegada, porque no meio do nada era difícil, em abundância e, à boa maneira israelita, com uma forte convicção de segurança.

Contratempos, de maior, apenas … Ler mais

REFLEXÃO SOBRE AS EQUIPAS PORTUGUESAS NA VOLTA A CASTELA E LEÃO

Entre 20 e 22 de Abril, por terras antigas da vizinha Espanha, decorre, à portuguesa, a Volta a Castela e Leão. Numa região historicamente conflituosa com Portugal, nesta competição velocipédica, com bastante tradição no país vizinho, marcam presença quatro equipas portuguesas.

Entre essas equipas, a previsível Efapel, as inevitáveis W52-FCPorto e Sporting-Tavira e a Liberty … Ler mais

REPENSAR AS ESTRUTURAS WORLDTOUR

As estruturas das principais equipas mundiais são cada vez mais imponentes. Nalguns casos, embora nos agrade aos olhos e dê uma imagem megalómana e de saúde do ciclismo, perguntamo-nos de facto, para quê tanta coisa e tanta gente.

Olhando para a Astana, que atravessa períodos de dificuldade financeira, tem trinta ciclistas e, no staff, que … Ler mais